domingo, 2 de julho de 2017

Saudoso


Hoje não tenho mais seu riso de guizo.
Seu mar não tá mais pra peixe.
Eu devia segurar minha onda, mas...
Gostar não tem botão de desligar, juízo. 
Gostar apenas é dedicação, veneração.
Não tem outra razão, um explicar.
Fica-se mal acostumado com afagos,
Carinhos, cuidados, agrados, apegado.

Que o asteroide, antes fulgurante,
Se desintegre, queimando, caindo.
Mergulhando com indiscreto assombro,
Saindo da atmosfera ao ventre da terra.
Do antes descomunal rochedo aquecido,
Agora, reduzido artefato, cratera, resíduos.

Fábio Murilo, 02.07.2017

19 comentários:

  1. Momentos saudosos são sempre ótimos, foram momentos vividos intensamente e ficaram na lembrança quando passaram... tudo passa! A vida passa...Por isso é bom vivermos intensamente!
    Bjs, menino de ouro, uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite, Murilo.
    Realmente, gostar não tem explicação, sentimos.
    Quando o amor se esvai, mas continuamos a amar, os fragmentos da dor são intensos, gerando dor atroz, infinitas lembranças.
    Parabéns.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso como sempre! Adorei


    Beijo e uma excelente semana.

    ResponderExcluir
  4. Um poema muito triste revelando uma saudade gritante.
    Belas palavras Fábio,gostei muito.
    Bjs e uma linda semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  5. Apesar da saudade doer, ela é importante para mostrar que os momentos vivenciados nos trouxeram algo intenso e inesquecível.
    Mais um belo poema, como sempre!
    Beijos e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  6. Ah teu vivíssimo amor
    E essa viva poesia
    Que pregas com nostalgia
    Que ela está ao estertor...

    Ambos, de raro esplendor,
    Estão vivos! Eu diria
    Que escreves com maestria
    E amas com destemor.

    Parabéns, meu nobre amigo!
    Teu poema eu o bendigo
    E teu amor, diga ela,

    Diga ele, a ter contigo.
    Guarde-o qual trofeu antigo,
    Patrimônio teu e dela.

    Grande abraço. Laerte.





    ResponderExcluir
  7. O que é a vida senão a sequência de adversidades que nos arranca da zona de conforto? Pra evoluir e amadurecer precisamos avançar etapas, expandir, crescer e sobretudo praticar o desapego.

    É isso que a vida tenta a todo instante nos ensinar, muitos não compreendem e passam a brigar com ela enquanto outros assimilam tal lição e aceitam a oportunidade de encarar o novo. Não é fácil, eu sei, vai doer da primeira à última vez.

    Por isso sofra o que tiver que sofrer, vivencie o luto, não tente bancar o durão ou a durona achando que a perda não tem relevância. Depois enxugue as lágrimas, encare de frente as oportunidades que surgirem a partir daí e busque novos afagos e carinhos. Há tanto pra se viver...

    ResponderExcluir
  8. OI FÁBIO!
    GOSTAR É ASSIM, NÃO SE EXPLICA, APENAS, SENTE-SE.
    BELEZA DE POEMA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Como é dolorida essa saudade até
    aqui no poema dói, mas náo deixa de ser um
    belo...lindo meu poeta amei...
    E aproveito para convidar vc a
    participar de uma brincadeira no
    me Blog passe por la ,vai gostar!
    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  10. Viver é um jogo do perde e ganha, perdeu não desista, tente superar a saudade.
    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Olá Fábio, sou seu mais novo seguidor!
    Cheguei até aqui através dos blogues da Vitalina de Assis do qual sou seguidor :"Afinal todo mundo tem seu dia de spike e Avessamente".
    Perdoe não fazer um comentário especifico do seu texto agora, ,as já a estou seguindo e prometo ler se possível boa parte do seu blog.
    E convido você a conhecer os meus, o que me deixaria honrado.
    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  12. Olá, Fábio. Matando as saudades dos teus poemas.
    Vês só... saudade, fragmentos do que um dia fora. Belo texto.
    Abraços!
    agoraemdiante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. A saudade toca bem fundo do coração e da alma.
    Belissimo poema
    Bom fim de semana
    Um abraço
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir

  14. Olá amigo, navegando nos blogs de amigas te encontrei e vim conhecer seu blog. Amei e estou seguindo. Convido você a conhecer os meus, se gostar seguir, será bem-vindo. Abraços, um domingo abençoado.
    Profª Lourdes Duarte
    Deixo os lingues dos meus blogs para quem desejar conhece-los e seguir. Ficarei grata!

    https://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
    http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá amigo, boa noite!
    Vim agradecer sua visita e convidá-lo a ser seguidor . Amei seu comentário e fiquei feliz em saber que gostou do blog e dos meus escritos. É com orgulho que agradeço de coração.
    Deixo os lingues para quem desejar conhecer e seguir, pois será um prazer.
    Abraços, fica na paz de Deus.
    http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/
    https://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Boa noite Fábio,
    Quem não gosta de carinhos e aconchego? É viciante mesmo!! Que bons ventos soprem pra alegrar esse coração saudoso.
    Agradeço a visita ao blog dos Enlaces.
    Desejo um amanhecer radiante.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  17. O asteroide vai se desintegrar.
    Mas virá outro, inteirinho, todinho pra apreciar...

    abraço
    Lola

    ResponderExcluir